top of page

O futuro é das mulheres


Mulher tem uma liderança multifocal, mais alargada, simpática e empática. Isto é o futuro dos negócios.


O Clube Mulheres de Negócios em Língua Portuguesa busca agregar um perfil de mulheres empreendedoras, empresárias ou profissionais liberais que começam a formar uma fatia do novo mercado. Baseia-se em dados, como por exemplo, que indicam que as mulheres estão cada vez mais assumindo posição visível de liderança em conhecimento de ponta. Um dos dados que utilizamos são sobre as mulheres que publicam artigos científicos. Dados do Relatório Gender in the Global Research aponta que 2030 as mulheres deveram representar 30% do total de pesquisadores no mundo.

Hoje:

44,25% são mulheres e 55,75%, homens

Saltou de 29% para 38% o número de mulheres autoras

Brasil e Portugal estão no topo com 49%, a Argentina lidera com 51%

Brasil está à frente dos EUA, 33,62%, da Alemanha, 32,02% e da França, 38,91%


Os dados indicam que esta é uma evolução sem volta porque refletem Conhecimento.

O que isto tem a ver com mulheres de negócios? Na perspectiva do Clube, tudo. Há um movimento confluente de vibilização sobre as consistências das ações femininas. Quanto mais tivermos mulheres à frente de cenário da produção de conhecimento mais todas as áreas serão impactadas.


Temos ainda muitos desafios no mundo dos negócios!


Dados do Banco Mundial para os mercados emergentes indicam que somente 7% do total de investimentos de riscos são destinados aos negócios liderados por mulheres. Quanto maior a necessidade de capital menor é o investimento: média de 65% da média recebido por negócios masculinos.

No empreendedorismo tradicional, de acordo com Banco Mundial e com cenário Brasil, 46,2% são fundadas por mulheres. No ecossistema da inovação: 9,8% (4,7% exclusivamente femininas).


A presença de empresas femininas no cenário global pressupõe mais inclusão, diversidade cultural em ambientes mais saudáveis.


Levantamento feito pelo estudo Female Founders Report 2021 aponta que a presença feminina cresce também em startups, mas ainda muito aquém: 10% tem presença feminina na fundação e menos de 1% recebem investimento quando são 100%.

Contudo, aponta o estudo, 25% destas startups tendem a ter resultados melhores quando há a presença feminina.


A realidade alterada muda relações colaborativas. E a mulher tende a adaptar-se com mais rapidez às situações desafiadoras e complexas. A mudança de ambiente de trabalho para o home office. O número de brasileiros trabalhando em home office saltou de 1,9 milhão em 2019 para 8,9 milhões em 2020. O sistema híbrido altera toda a cadeia produtiva especialmente para as mulheres. Todos os trabalhos em um só lugar! De acordo com dados da Corona, Box 1824, The Summer Hunter, citados por Ea Magazine 73,8% das empresas manterão o home office em definitivo.


Em pesquisa recente com as 82 Embaixadoras de vários países como Brasil, Portugal, Reino Unido, França, USA, Angola, entre Janeiro e Maio de 2021, o Clube apresenta um resultado bastante ativo. O que comprova a procura por resultados quando a mulher encontra-se em ambiente saudável, não sexista ou vitimista. Há um protagonismo latente e aparente neste novo tempo.



Mulheres fazem negócios entre si:


De acordo com a presidente do Clube Mulheres de Negócios, o movimento empreendedor liderado por mulheres tende a afirmar-se de modo efetivo e sem possibilidade de retrocessos. Das mulheres de negócios, em língua portuguesa, presente em 4 continentes – América Latina, América do Norte, Europa e África, participantes do estudo feito pelo Clube Mulheres de Negócios de Portugal:

69,6% realizam parcerias entre si

39,1% concretizaram negócios em si

52,3% usaram as redes sociais para comunicarem suas parcerias.


Master Classe Programa Empreender Feminino: Conhecimento, Ação e Sororidade


Das mulheres ouvidas têm variados interesses como empreendedoras:

Desenvolvimento Humano

Marketing e Gestão Digital

Sustentabilidade

Investimentos e finanças

Inovação e Tecnologia


As empreendedoras do Clube têm escolaridade

Bacharelado – 98%

Deste percentual

Mestrado – 31%

Doutorado – 12%

Pós Graduação- 18%


As Empreendedoras com maior idade:

30/39: 19%

40-60: 69%

60+: 18%


Onde estão estas Empreendedoras:

45%: Brasil

20%: Portugal

15%: Europa (- Portugal)

10%: USA

10%: África


Estamos na ponta desta nova realidade que está a ser construída e que alterará formas ainda arcaicas de ver o mundo. Confira o artigo "O mesmo discurso?" .


Comente e partilhe esta evolução.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page